terça-feira, dezembro 30, 2008

É possível...

...que 2009 consiga laços de AMOR.

Palestina vs Israel

Um colaborador deste blogue, participou num evento em Palmela levado a cabo por João Brites e O Bando, onde um Palestiniano beijava uma Israelita na encosta do castelo.
Já foi há uns anos, mas foi algo que me marcou.
Talvez o actor queira especificar melhor a história, porque a minha moleirinha já não recorda alguns pormenores.

Update:

odeusdamaquina disse...
Diziam ambos:
- Estamos Noivos!
Para espanto geral dos restantes povos! Como é possível dois povos tão diferentes amarem-se e viverem em harmonia?
Talvez seja utopia, mas é o amor que tudo vence, não as guerras!
Era esta a mensagem, que queremos que seja assim para 2009. Mas infelizmente, a realdidade destes dois povos é mais dura que a ficção, embora esta seja o desejo, o sonho de muitos seres humanos sensíveis e comunicantes.
Um bom ano e obrigado por recordades esse evento que também me marcou muito.
Um forte abraço!

31 Dezembro, 2008 02:35


Obrigado amigo, por nos lembrares tais palavras.

domingo, dezembro 28, 2008

A Faixa de Gaza

Onde vivem, vegetam um milhão e meio de pessoas num espaço que corresponde a cerca de 300 Km2, foi como era previsível atacado por Israel. Não vou tecer considerações sobre a crueldade deste ataque, posto que em nada ajuda a compreender o que se passa, quando o importante é evidenciar o permanente sofrimento dos Palestinianos desde que em 1947, viram a sua terra e habitações ocupadas.
.
É uma evidência que este ataque foi determinado pelo calendário eleitoral Israelita e pelos resultados de sondagens, que própriamente pelos rockets lançados pelos activistas do Hamas.
A actual coligação no poder em Israel corroída pelos escandâlos de corrupção em que está envolvida e os maus resultados nas sondagens em relação ao Likud, já em periodo pré-eleitoral, o ataque é-lhes sem dúvida conveniente. Até porque o Likud de Netanyahu sempre se opôs à retirada de Israel da Faixa de Gaza. É claro que o radicalismo do Hamas, que nunca reconheceu o Estado de Israel, com a influência que ali detém presta-se à provocação, dando argumentos a todos os que sonham e ganham com a eternização daquele conflito. O Hamas que no passado foi uma criação de Israel/CIA com o objectivo de travar a ascenção da OLP, hoje continua a cumprir o seu papel.
Aos poderosos da industria armentista americana, primeiros interessados, pois desde sempre aquele conflito não só serviu de laboratório experimental de novas armas, como garante-lhes bons negócios, é também agora um forte motivo que lhes interessa, para pôr à prova o eleito Obama.
.
O radicalismo de ambos os lados e o negocismo daqueles que sempre tudo fizeram para que Israel não respeite as muitas deliberações da ONU favoráveis aos Palestinianos, estão mais uma vez em acção para impedir que a Paz se verifique.

sexta-feira, dezembro 26, 2008

Agradeço...

O "positivismo" da mensagem do Srº Inginheiro, louvo-lhe a coragem com que enfrenta as dificuldades, até a forma como tenta ajudar-me a enfrentar as minhas. Faz bem em continuar a dizer aquelas coisas, certo que está de poder acautelar o que aí pode aparecer no decorrer de 2009.
.
Cá por mim desejo que acerte, porque se assim fôr muito do pior do que estou não vou ficar. Mas numa época em que ninguém fala de vacas gordas nem de magras, que até parece já não haver vacas, que gr'anda Vaca o srº Inginheiro teria... é que sustentar esperanças no preço do pitroil que não controla, nas taxas de juro que não controla e no "pau de dois bicos" que é a redução da inflacção, que também não controla. É previsionalmente quase tão arriscado, como jogar no euromilhões.
.
Neste momento os Bancos mesmo com a garantia de milhões não dão créditos - o ministro das finanças que até sabe porquê, finge não saber fingindo ameaças. Os Bancos restringem créditos e não é pelo preço dos créditos, é que mesmo com as garantias, não o têm para conceder... a Barbuda do antes pela falta de regulação e controlo, gerou um indecifrável buraco "elevado ao infinito nos cambalachos globalizadores". Nada garante que algures durante 2009, em acção socorrista o Governo para ajudar os Bancos, não venha a passar os fundos de pensões da Banca para o âmbito público, aproveitando também para iludir o déficit que se prevê ir disparar. Tudo pode acontecer, como por exemplo numa simples "penada"atirar ás malvas a redita e refalada sustentabilidade da Segurança Social.
.
Na mensagem de Natal, ao Srº Inginheiro só faltou entoar aquela
do "lá vamos cantando e rindo..."

Fim da tortura em Viana do Castelo


O presidente da Câmara de Viana do Castelo não se arrepende de ter posto um ponto final às touradas no concelho, transformando a Praça de Touros num Museu. "Nunca tomei uma medida tão popular, internacionalmente. São mais de mil e-mails que recebemos de todo o mundo felicitando pelo fim das touradas", diz Defensor Moura.

As touradas em Viana aconteciam desde 1871, integradas na Romaria da Senhora da Agonia, mas foi a agonia dos animais que levou o autarca de Viana a tomar a decisão de terminar com o espectáculo do sofrimento dos touros. "No século XXI é uma atrocidade continuar a sacrificar animais em público daquela maneira", argumenta Defensor de Moura citado pelo Diário de Notícias.

A contestação ao fim das touradas aconteceu num primeiro momento, promovida pelos aficionados da região, mas o autarca de Viana do Castelo rejeitou os argumentos de que se tratava de uma tradição com raízes no concelho. "Não temos toureiros, forcados, touros ou cavalos", diz o presidente da Câmara que diz receber agora muitas "mensagens de apoio, por Viana do Castelo ser uma cidade sem touradas".

A praça de touros de Viana será adquirida pela Câmara e transformada num Museu de Ciência Viva, aproveitando a proximidade ao Parque Urbano onde funciona o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental.


Via Esquerda.net

domingo, dezembro 21, 2008

As Elites Eleitas...

A "Função Social das Empresas e dos Bancos"com a natureza e traços essenciais que marcam a actual crise, ficou reduzida a retórica da trêta. As elites eleitas e as elites gestoras em promiscuidade, produziram todo o pandemónio a que hoje assistimos.
.
Onde foram parar os lucros dos grandes grupos multinacionais da Industria Automóvel e de outros sectores? onde estão os lucros dos Bancos, das Imobiliárias e Seguradoras?
.
Nada sobrou?...
.
Não faltam por aí os que têm três e quatro palácios em diferentes localidades do País e até no estrangeiro. Não faltam os que partilham ilhas e praias paradisíacas em condomínio fechado, que coleccionam carros e até dois e três iates aportados em diferentes marinas. Existem até muitos que têm aviões.
São os mesmos que manuseiam os índices macroeconómicos, que definem o valor das taxas, o valor dos impostos e naturalmente os mesmos que decidem os níveis salariais, pensões, reformas e o desgraçado salário mínimo nacional. São os mesmos que afogam as pequenas e micro empresas.
.
São as Elites Eleitas mais as Elites Gestoras em promiscuidade, ou sejam Políticos Eleitos, seguidistas e bajuladores ao serviço dos poderosos do Capital.
Se assim não fosse, como é que explicavam o envolvimento do Governo no caso BCP e mais escandaloso ainda, no caso do BPP e BPN, sendo que nestes o Ministro das Finanças já meteu os pés pelas mãos, mais do que uma vez.
Só a bajulice e interesses obscuros explicam tanta bandalheira.
-Tem que haver sapatada!

(...)

O EXEMPLO GREGO NÃO NOS SERVE...
Agora que já se conhece o motivo porque Al Zaidi usou os sapatos como arma de arremêsso a Bush. Fazendo jus à elevada percentagem de genes árabes oriunda da miscegenação que nos deu origem, é correto passar a integrar tais utensílios nas acções fortes mas não violentas que a actual situação inevitávelmente irá obrigar a que aconteçam.
.
Guardar todos os sapatos e botas velhas, passa por ser assim a forma de guarnecer os paiois com munições, de termos material para os embates. O exemplo Grego não nos interessa. Por cá a dimensão da violência ficará pela Sapatada.
.
Já pensaram no significado e impacto de 50 mil manifestantes, na impossiblidade de atirarem sapatos ao 1º Ministro, deixarem-lhe á porta 50 mil sapatos velhos. Já pensaram que tal procedimento significará considerá-lo 50 mil vezes Satã, 50 mil vezes Cão e 50 mil vezes Cornudo. Pensem nisto, pois não interessa repentinamente quebrar os nossos brandos costumes, para o qual o utensílio apontado até calha que nem ginjas.
.
Por outro lado, tendo em conta o que se passa com os poderosos das Finanças e as despudoradas ajudas que o Governo lhes presta, dando-lhes o que é nosso sem que existam regras ou instituições credíveis de regulação e controlo; quando até o Presidente da República para obstar a dúvidas reforçou o apoio a Dias Loureiro como Concelheiro de Estado, figurão sobre o qual impendem suspeições de negociatas ilegais de milhões e ligações a gente do narco-tráfico e do armamento. Entrar por uma à Grego, seria por desvio de atenção e vigilância, entregar o ouro ao bandido.
.
Um Governo com maioria absoluta, comprovadamente arrogante, um Presidente da República que o perfilha, capaz até de perfilhar gente pior. Numa à Grego, teríamos o Estado de Sítio, porrada da grossa e a impossibilidade de travar a ladroagem.
.
As manifestações têm de multiplicar-se.

sábado, dezembro 20, 2008

(...)

Assisti ontem aos trabalhos de parte da Assembleia Municipal.
É DE LAMENTAR A POPULAÇÃO PERDER ESPECTÁCULOS DE TÃO ELEVADA QUALIDADE.
Facto que não se entende, pois a entrada é e sempre foi gratuita.
.
Na ordem do dia foram discutidas e aprovadas várias moções. Exceptuando o BE, nas votações não se notaram votos combinados partidáriamente, cada um votou como entendeu. Até a CDU sempre mais disciplinada e acusada de promover "o voto por arriata",desta vez funcionou "à balda". Caso que dá para dizer que foi dia de libertinagem.
.
Com tanta moção, era meia-noite e meia hora quando iniciou a O. de Trabalhos. Está bem de ver que em relação aos objectivos que fundamentaram a convocação daquela Assembleia, pelo adiantado da hora já ninguém estava em condições, com tino para ponderar e intervir com trambêlho sobre o que havia a tratar. Situação que se veio a comprovar na discussão de um Regulamento, dito de didáctico e pedagógico a envolver os arrendatários de habitações sociais do Munícipio, em que a pedagogia ali aplicada foi tal que gerou-se uma embrulhada na Assembleia, que filmada faria rir mais que os filmes d'Os Três Estarolas".
.
Mais grave, mas também mais humoristica foi a discussão do Quadro de Pessoal, agora p'la nova lei, Mapa de Pessoal - fiquei apenas a perceber que o Presidente da Câmara não sabe exactamente quantos trabalhadores estão ao serviço, e por outro lado, que o PS apenas pretendia que existissem menos trabalhadores, isto enquanto do PSD só apareciam graçolas a compôr "a Cegada" que ali decorria.
Avaliar daquela forma o Quadro de Pessoal do Muncipio, demonstra pela evidente ligeireza, nomeadamente por parte da Assembleia, o pouco senão reles empenhamento dos seus membros sobre assuntos sérios com enorme incidência nos meios financeiros, funcionamento dos serviços e em geral na definição da politica de recursos humanos. Nem uma intervenção com conteúdo sério se verificou.
.
Como saldo positivo desta Assembleia, fica apenas a proposta do Srº Latas que obriga à divulgação das actas no site do Municipio, facto interessante para quem tem acesso à internet, pois passa a ter rêsmas de anedotas à borla, para seu entretenimento.
.
E desta forma se vai avacalhando a Democracia.

(...)

O PAI NATAL É ALDRABÃO...
Ainda não andava na escola, mas nunca me esqueci. Parei junto da montra do ZECA, deslumbrado com o presépio, a árvore de natal e ainda mais com os brinquedos lá expostos, fixando um lindo cavalinho que se movia "dando corda". Parou junto a mim um senhor alto de sobretudo cinzento escuro que suponho que me conhecia, perguntou: - já fizeste o teu pedido ao Pai Natal? respondendo-lhe na maior das inocências que tinha pedido aquele Cavalinho.
Foi-se embora a rir-se, talvez pensando que eu acreditava na história do sapatinho na chaminé. Nessa altura já tinha como certo que as contas da minha mãe não se ajeitavam à lista do Pai Natal. Mas para mim já nessa altura, meter o sapato na chaminé era já retribuir alegria aos meus pais que com a mesma idade nem sapatos tinham para lá pôr.
.
No dia de Natal estava no sapatinho um grande automóvel azul com rodas amarelas e um saco de bons rebuçados que o meu pai recebera na CUF. O Cavalinho não apareceu. Não entrara na lista do Pai Natal.
.
Neste mesmo Natal, uma Senhora, patroa da minha mãe que p'lo afecto poderia considerar avó, ofereceu-me um livro com a história do Pinóquio, livro bem ilustrado que ainda preservo, ela mesma leu-me o livro.
Então não é que no dia seguinte inspirado no Pinóquio, desenhei um Pai Natal com um enorme nariz. Naquela casa todos acharam graça ao boneco, procurando saber porque é que eu fiz aquilo, nunca lhes disse, apenas contei a uma tia-avó que lá trabalhava.
.
No dia de Ano Novo fui lá almoçar, e antes de sentar-me à mesa, recebi num lindo embrulho o Cavalinho que o Pai Natal não me deu.
.
É por esta e por outras que aconteceram pela vida fora, que não me desamarro do conceito de classe, quando tenho de analisar ou reagir ao que no dia à dia se observa e nos envolve.



sexta-feira, dezembro 19, 2008

(...)

Muito Ricos
Muitos Pobres
Em 1985, 20% dos quadros de pessoal das empresas do sector privado auferiam 38,6% da massa salarial. Em 2005 já auferiam 45,2%. Em 2008, sem que os dados estejam apurados, existem indicadores que apontam para mais de 50%.
.
A evidente assimetria de rendimentos, explica a acção do Partido Popular da Esquerda Moderada (nova designação do PS proposta pelo Inginheiro), ao serviço dos mais desfavorecidos.

(...)

Terminal para Contentores de Alcântara
já cheira a esturro
Por tudo o que envolve e implica, tresandam já os jogos de interesses mal esgrimidos no cenário legal, e, em diferentes âmbitos, mal sustentados técnicamente, até na sua eficácia económica e financeira.
Está armado mais um enredo, onde não faltam "gatos com o rabo de fora".

Aproveitem o ultimo...

... fim-de-semana antes do Natal, para gastarem que nem loucos, os poucos cêntimos que ainda vos possa sobrar, para provarem o vosso amor à vossa família.

Pai Natal consumista

quinta-feira, dezembro 18, 2008

Divulgação RL Produções

A RL Produções tem o prazer de vos convidar para o seguinte evento:

Gazua + Booster

Com novo álbum à espreita, intitulado "Musica Pirata", os Gazua regressam à Moita para mais um concerto de Punk/Rock interventivo, acompanhados pelos Booster (com formação de elementos dos Remédio Santo) na primeira parte.
As entradas custam apenas 5 €uros com direito a uma imperial ou sumo.

Gratos pela divulgação.

quarta-feira, dezembro 17, 2008

TUDO EM SEGREDO...

Ou não fosse o segredo "a alma do negócio". Apesar da quadra natalícia, não faltam os telefonemas, as abordagens, sondagens e mais aquelas conversas redondas em que o "não se confunde com o sim". Digamos que ainda sem frenesim, a azáfama eleiçoeira apesar do segredo, está por aí e naturalmente em crescendo, com algumas sacanices à mistura, que sendo próprias na temática, não chegam a lesar a vivência democrática das respectivas organizações.
.
Do PSD consta perfilarem-se três nomes para cabeça de lista à Câmara: O Srº Nascimento ou a Esposa e ainda um desconhecido de nome Felisberto. Para a Assembleia Municipal estão a tentar um ex-apoiante da CDU, que é um cientista famoso que o PS também anda a disputar.
.
Do PS pouco ou nada se conhece, a não ser a existência de alguns simpatizantes por uma solução frentista, desde que tenham os lugares cimeiros garantidos, o que naturalmente se percebe. Não se conhecendo mais nada, a não ser a recente compra num bazar de Chineses de um telescópio e uma caixa de lupas.
.
Da CDU sabe-se mais qualquer coisa. Enquanto avança a ideia de os comunistas ficarem de fora, já existe uma mão cheia de nomes de onde poderá sair o cabeça de lista à Câmara. São referidos nomes como o SrºDr. Encarnação, Srº Merendas, SrºDr. Policarpo, SrºDr.Cavaco, SrºProf.Garcia, estando ainda em aberto a hipótese da recandidatura do SrºProf.Lobo. Para a Assembleia Municipal tudo está facilitado, pois ao SrºDr. J.Gonçalves pouco importa ser o primeiro ou o último da Lista.
.
Do BE nada se sabe, calculo mesmo que tudo está atrasado em consequência do empenhamento frentista que tem manifestado, quer a nível local, quer a nível nacional.
.
Posto isto, desejo a todos os envolvidos nestes processos,
que esta quadra vos ilumine nas escolhas e respectivas decisões.

No YouTube...

...tempo de antena do Bloco de Esquerda.

terça-feira, dezembro 16, 2008

(...)

Tão piedosos que eles são.
.
A casa já estava toda negra da humidade, os tectos pôdres e o telhado a meter água. Mobílias, roupas, tudo sempre húmido e mal cheiroso. Uma tristeza viver assim, naquela pequena casa onde o que vale é o quintalito. A renda sempre em dia. Por mês 200 euros por aquele cochicho com mais de 50 anos.
Mediante isto, o inquilino decidiu falar com o senhorio, mas foi a senhoria que o atendeu. Obteve como resposta e em estilo ríspido: - eu não faço obras nenhumas, só se a lei me obrigar!
.
Revoltado com a resposta, o inquilino requereu uma inspecção à Câmara de onde resultou a notificação do senhorio e a obrigação de fazer obras. Acontece que de permeio o senhorio por represália bufou aos serviços da Câmara que o seu inquilino tinha construído um pequeno armazém em chapa no quintal, que embora autorizado por ele e devidamente licenciado, já tinha ultrapassado os cinco anos então registados. É o quintal mais bonito no sítio, para trás não existem ruas, apenas terrenos hoje não cultivados. O pequeno armazém não fazia cócegas a ninguém.
.
O armazém onde o inquilino guardava a carrinha e algumas ferramentas já foi abaixo. As obras decorrem com manifestações de muita má vontade por parte do Senhorio, Senhoria & Filho.
.
Este caso está a decorrer na Vila da LongaCena, no Alto do Carvalhinho. Os Senhorios são gente importante, são descendentes do Vasco que andou pelas Indias. Os tais Gamas sempre foram poderosos. Antes militares e marinheiros, hoje empresários de renome. Daquela família, apenas conheço D. Rafael e Dona Teresa, nem sei se têm filhos, mas estas são o exemplo de pessoas tementes a Deus, com presença assídua nos cultos e muitos terços de penitência. Ao contrário dos outros que são uns filhos da... que nem sequer foram paridos, não cometem pecados destes.
.
D. Rafael e Dona Teresa, que digam as pessoas de Mora, são uns Santos, são pessoas que mantêm um relacionamento piedoso, inexistente nos tempos que correm.
.
- Que Deus os Abençõe!...

O que faz ser pobre...

Agora que já "são mais que ás mães" a perfilarem-se nos "leilões das influências", eu estou têso. Vai-se o Mosteiro da Batalha, a Torre dos Clérigos, o Panteão, o Mosteiro de Alcobaça e até a Torre de Belém, isto por agora, porque a seguir vão mais...
.
Se tivesse dinheiro, a primeira coisa que fazia era dirigir-me ao Largo do Rato e fazer ajustes directos. Aquilo por lá é mais fácil que na Feira da Ladra. É que a lei que está na calha, demonstra que o PS, como sempre, está disposto a vender tudo...

(...)

De Aldrabão a Velho Gaiteiro
.
Afinal ele anda mesmo por aí, já entrou na fase do "velho gaiteiro". A propósito do "Fórum das Esquerdas" disse: - Não falo! Não Falo! Não Falo!... continuando a gaitar apoios e elogios à mal educada Ministra da Educação e ao seu Grande Inginheiro.
.
Hoje apareceu no Diário de Notícias, sem culpas, impoluto. Desancando nos Banqueiros, na Justiça e na afrontosa impunidade existente, como se isto tivesse aparecido ontem, como se ele e o seu PS não tivessem responsabilidades na origem do sindroma.

Petição...

...PELA ANULAÇÃO DAS MULTAS AOS TRABALHADORES A RECIBO VERDE

O governo comunicou a 200 mil trabalhadores a recibo verde que devem pagar 248 euros de multa pela falta de duas declarações anuais.

Esta decisão é um abuso. Trata-se de contribuintes com os seus impostos em dia, que nada devem e com todas as declarações regulares. Além disso, o fisco não informou as pessoas em tempo útil.

O governo pretende extrair 50 milhões de euros dos trabalhadores mais mal pagos e cujos direitos são menos respeitados.

Os cidadãos abaixo-assinados condenam estas multas. Elas devem ser anuladas e deve ser o fisco a pré-preencher a declaração anual com os dados das declarações regulares, cabendo ao contribuinte aceitá-los por defeito ou rectificá-los.

http://www.petitiononline.com/pamtrv/petition.html

segunda-feira, dezembro 15, 2008

Tiro ao boneco

Tiro ao boneco

Via cinco dias.

(...)

Alguém viu por aí o Srº Abdul Rahman El-Assir?
Se o encontrarem informem-nos logo, pois pretendemos ajudar
o SrºDias Loureiro a encontrar-se com este seu querido amigo.

domingo, dezembro 14, 2008

Guantanamo...

O ministro dos negócios estrangeiros, antes de concretizar a recepção de "presos"vindos daquela base americana, tem que explicar aos portugueses com que estatuto as referidas pessoas vão cá estar. É obvio que assim seja, pois já chega de baixar as calças ao Bush/CIA.

Bush telefonou a Sócrates...

Hoje em visita relâmpago ao Iraque, Bush por pouco que não levou com um sapato nas ventas, atirado por um jornalista. Consta que após a cerimónia Bush telefonou para Sócrates quando este em viagem inaugural de comboio, disse que estava a passar por "Xangai", concluindo o americano que Sócrates estava na China, aproveitando de imediato para enviar um abraço ao DalaiLama lamentando o facto de mais uma vez os comunistas que ele pensava já todos mortos por Sadam, terem-lhe atirado um sapato ás ventas e no Barreiro pretenderem fazer o mesmo ao Srº Inginheiro...

Uma Vergonha...

Lá estiveram os comunistas outra vez a ajuntar gentalha mal educada para irem de propósito caluniar o Srº Inginheiro, estes comunistas estão cada dia mais parvos. Ainda não repararam que o SrºInginheiro e a sua ministerial equipa é uma cambada de sem vergonhas, imunes aos ditos e alcunhas, aliás, para eles elogios em comparação com os impropérios que usam lá no Rato...

(...)

Contributo para evitar
um encontro de "Esguêlhas"
Retirando a investigação e trato contabilístico dado por algum jornalismo - "Alegristas, Bloquistas, Bloguistas, ex-comunistas e um no activo, Manuel Carvalho da Silva, reúnem-se num dia de trabalho a sério", como escreveu Leonete Botelho no Público de hoje. Centro a minha opinião sobre este Fórum das Esquerdas no que aparece escrito no Blogue de um dos seus promotores, o sociólogo Elísio Estanque.
.
Pondo de parte qualquer convergência que incida na criação de qualquer frente eleitoral ou de qualquer programa alternativo, refere-se à importância da manutenção de canais de diálogo, "pois caso o PS perca a maioria absoluta e precise dos deputados do BE para governar, será mais fácil isso acontecer com o Manuel Alegre no PS do que fora dele".
Isto está escrito em (boasociedade.blogspot.com) facto que não ofuscando toda a temática tratada no encontro, que acredito bem tratada, até pelas pessoas de saber que lá estiveram, não deixa de ser uma referência forte que contraria a esperança de muitos portugueses, dos que entendem tais encontros na expectativa de se desbravarem caminhos que levem à ruptura com a politica promovida há dezenas de anos pela Ditadura da Alternância.
.
É por aqui que começo a perceber porque é que o PCP não foi convidado. É que tratando-se apenas de alinhavos politicos na politica para o futuro, tendo como cenário base a continuação do PS no exercicio do poder, por certo que alguém deu o recado "comunistas não... até porque em periodo pré- eleitoral o que interessa é diabolizá-los. Por outro lado, o PCP o que pretende não são alinhavos, mas a ruptura com a actual politica, que acabaria com todos os banqueiros em fuga..."
.
Atirem-me as patadas e os coices que quiserem,
mas parece-me que a alternativa já vai de esguêlha.


Dizem que não há Bruxas, mas acontecem Bruxarias.

Em vários ramos da Indústria Transformadora o ambiente geral de crise já está a ser aproveitado para forçar a aplicação dos "bancos de horas", negar aumentos salariais e obter mais apoios públicos.
.
A sofreguidão é tanta que mesmo sem o Código do Sócrates ainda em vigor, o qual ainda anteontem foi enviado pela Presidência da República para o Tribunal Constitucional, já existem planos (Janeiro/09) em muitas empresas a contar com trabalho extra à borla, que significará em alguns casos 60 horas de trabalho semanal, sendo que para o descanso as entidades patronais no rolar dos acontecimentos logo dirão como vai ser.
.
São também várias as empresas que vão receber pipas de dinheiro, que conforme os acordos firmados com o Governo que objectivam a criação de emprego, já estão a fazer o oposto. É exemplo o que está a acontecer com as multinacionais Tyco Electronics em Évora, a Renault em Cacia, a Gestamp em Mangualde e a Duro no Carregado, que no conjunto recebem cerca de 100 milhões de euros. Em vez da criação de emprego, estas multinacionais estão a pressionar centenas de trabalhadores para rescindirem o contrato de trabalho.

sábado, dezembro 13, 2008

(...)

A propósito desta quadra, da generosidade empolada, forçada e bem calculada pelos média, à palma do nascimento do menino Jesus, lembrei-me de uma história que li.
.
...Mas logo voltou a impacientar-se: - De que é que estás à espera? Tira-me daqui. Não vês que tudo isto é uma farsa. Estou farto desses hipócritas que uma vez por ano querem ser bons à minha custa. Se eles até durante esta quadra interrompem as guerras para festejarem o meu nascimento, Dizem eles. O que é uma aldrabice. Como se eu não soubesse que esse repouso piedoso é só para ganharem mais forças e voltarem à carga com maior vontade de se matarem uns aos outros.
Avancei timidamente uma sugestão:
Porque é que não cresces. Vias-te livre deles...
O menino Jesus ficou indignado com o meu conselho:
- Crescer? Era o que faltava! Para pregarem comigo na cruz?! Nessa é que não caio:
Tentei defender os meus pontos de vista:
- Mas se tu não cresceres, nunca mais sais do berço...
Pois aí é que está. É precisamente esse o meu drama. Se cresço, enfiam-me na cabeça uma coroa de espinhos e põem-me na cruz a verter sangue pelos séculos fora a remir as pulhices dessa canalha que se está marimbando para os meus sofrimentos. Se não cresço, prendem-me para sempre neste cochicho de palhinhas onde me obrigam a ser o pretexto para uma comédia de bons sentimentos que só se hospedam nas suas atitudes durante o Natal. E no resto do ano fecham-me num armário...
.
(excerto da história " Onde está o menino Jesus?"
escrita por Natália Correia)

(...)

Consta que o Mairinho anda por aí a mendigar apoios contra a desordem social. Anda preocupado com o caos, de tal forma que julga-se alternativa.

sexta-feira, dezembro 12, 2008

Será verdade...

...que os ex-ministros Dias Loureiro e Jorge Coelho ainda vão passar este Natal de lareira acesa e mesa farta?...

Quais Infra-estruturas...

desportivas, digo eu, "lamentando a lástima" pela persistente falta de uma estratégia autárquica no Concelho, potenciadora de uma dinâmica inerente à estrutura associativa existente. Facto latente que retira no plano politico, branqueia, as responsabilidades da Administração Central, os Governos, em relação a projectos aprovados que param boicotados na sua concretização, ou a outros preteridos, sem se perceber porquê no quadro dos critérios usados na elaboração dos Orçamentos de Estado.
A parvoíce e o disparate andam de braço dado.

À Procura de um Museu...

tal como o Raminhos, por aí tenho andado semnépia de Museu, embora tendo por certo que nem o CO2 irá impedir a Lua Cheia, acredito que o Museu há-de ser encontrado. O desejo e a ideia existem, a necessidade comprova-o, só as promessas tresandam a bolôr; mas neste assunto, acredito que em breve A Lagartinha de Alhos Vedros, nos dê novas do seu amor.

Fórum sobre Serviços Públicos

Fórum sobre Serviços Públicos

Depois do comício no Teatro da Trindade, as esquerdas voltam a encontrar-se no dia 14 de Dezembro, na Aula Magna, em Lisboa. Manuel Alegre, Carvalho da Silva, e Francisco Louçã são alguns dos promotores e participantes no Fórum sobre Serviços Públicos, que pretende discutir políticas alternativas para a educação, os direitos do trabalho, a saúde e as cidades. Vê o apelo ao fórum, o programa e a comissão promotora.

quinta-feira, dezembro 11, 2008

Prémios Precariedade

Gala Prémios Precariedade
De golfe percebemos pouco, mas sabemos que em todos os jogos da vida em princípio a melhor defesa é o contra-ataque.
Daí estes Prémios Precariedade, daí esta Gala Prémios Precariedade 2008.

Estejas ou não precário ou precária ou desempregada ou desemprecário, junta-te ao contra-ataque mais divertido do ano. É já no próximo sábado.

E embora sejam desnecessários fraques e vestidos de gala para sábado, está garantido que vamos todos brindar aos vencedores e vencedoras. Na Gala Prémios Precariedade 2008 vamos anunciar quem mereceu mais votos, entre milhares de cliques em www.premiosprecariedade.net.

Haverá comes e bebes e a música também está garantida, de Pedro e Diana aos Farra Fanfarra, passando por Primo Canto e DJ Varatojo. É muito importante seres pontual, porque os Gasganetes vão ser entregues à hora marcada e não queres perder as surpresas desta noite tão especial!

No sábado à noite, toda a gente pode pisar o tapete vermelho!
Divulga e vem à Gala Prémios Precariedade 2008!


Até lá,

Precários-Inflexíveis



Gala Prémios Precariedade 2008

no próximo sábado (13 de Dezembro), às 22 horas (e até às 3 da manhã...), no Ateneu Comercial de Lisboa (Rua das Portas de Santo Antão, 110 - junto ao Coliseu)

quarta-feira, dezembro 10, 2008

(...)

Alguém viu por aí o MAIRINHO?

Sacanices...

A miudagem ia por aqui e por ali ajuntando ferro velho e outras coisas, acontecia muitas vezes umas voltas pelos terrenos acabados de estrumar, para apanhar lâmpadas partidas, pedaços de garrafas e tudo o que era vidro. Vinha a Festa, e esta era uma maneira de arranjar uns tostões. Para os mais novos eram os carrinhos, o carrocel e os matraquilhos, para os mais velhos eram umas iscas, uns tiros nas barracas e outras voltas. Alguns mais afoitos, porque o amealhado era curto, arriscavam pela noite ir sacar à MariTrapeira uns metais, normalmente a rosca das lâmpadas já marteladas e empilhadas, para passados dias venderem noutro sucateiro, ás vezes ao mesmo.
.
Não, neste tempo ainda não existia a "Valor Alcântara", nem tão pouco o IVA . Nem sequer me lembro de nomes como o de Dias Loureiro ou Jorge Coelho, penso até que não tiraram a 4ª Classe cá na Moita.

(...)

Alguém viu por aí o Senhor Doutor Mário Soares?

60 anos...

...passaram sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos!!
No entanto a China continua a massacrar o Tibete e a levar por diante a pena de morte sobre activistas que se impõem ao regime, a Coreia do Norte, os E.U.A. com Guantanamo na sua mais displicente democracia...
... Entre tantos, como o governo xuxalista que prefere dar a mão a banqueiros, do que privatizar empresas onde "n" familias serão despedidas e entregues ao dEUS dará e nada farão para que isso não aconteça.
Privatiza-se o que dá lucro e Nacionaliza-se o que dá prejuizo.
Porra!!!!!!
O José Mário Branco quando cantou o F.M.I. não acreditava que Portugal pudesse estar como está actualmente, mas a verdade é que além de Marx, também José Mário Branco continua actual.
Porra, que passado tanto tempo sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos, a exploração do homem pelo homem, é cada vez mais constante.
Que o "Gasganete Dourado" demonstre ao povo o que por aqui se passa!!
E que os Gogol Bordello chamem também à atenção para o dia de hoje, no Campo Pequeno!!

"Hasta..."!!


terça-feira, dezembro 09, 2008

(...)

Governo toma medidas
para impedir a escravatura
Porque Bancos, grandes empresas e todas as multinacionais não sabem onde meteram os fabulosos lucros acumulados, o governo determinou um plano para ajudar, salvando os empregos que vão restando, apesar das ajudas.
Sem tais medidas, a escravatura estaria de volta.
A Industria Automóvel não sabe o que fez aos lucros, nada sobrou, a Banca que de Janeiro a Junho/2008 lucrou mais de mil milhões de euros, não sabe onde os arrecadou.
Se o Estado não injectar, cairemos na escravatura.
Sócrates tem razão. É necessário o fortalecimento dos ricos, pois sem ricos não existe quem dê esmola aos pobres.

(...)

Coisas das Elites Eleitas
Jorge Coelho e Dias Loureiro
ex-ministros, fieis representantes da Ditadura da Alternância, são accionistas de uma sociedade anónima que administra o Fundo de Investimento Imobiliário Valor Alcântara. Esta sociedade que foi constituída à palma de reembolsos ilícitos do IVA no valor de 4,5 milhões de euros, está nas mãos da Judiciária que em conjunto com a Administração Fiscal, investigam uma fraude de cem milhões de euros.
.
Mesmo assim, acredito que vão passar a noite de consoada com a família.

segunda-feira, dezembro 08, 2008

(...)

PEDÓFILIA & DEBOCHE
.
No caso Casa Pia, pelas voltas e reviravoltas que já deu e mais as quase três centenas de recursos que existem, considerando as últimas notícias - cá p'ra mim arrisca acabar com o único que é pedófilo na prisão, exactamente aquele que deveria colher atenuantes, ou seja, preso com direito a tratamento específico.
Já os debochados, endinheirados, javardos, tarados sem imaginação, estes de facto criminosos, ainda irão acabar indemnizados(...), não me espantando mesmo nada que mais à frente o Srº Dr. Rui Teixeira venha a ser impedido de exercer como Juiz, ou que até ainda acabe na prisão, para gáudio dos Chuxalistas.

Os tarados também sonham...

O homem, o grande gestor, cujo curriculum mereceu em tempos a aprovação e escolha de Cavaco Silva para Secretário de Estado das Finanças, o grande Banqueiro, é também um sonhador que talvez inspirado por alguma história da idade média, a transpôs para esta época construindo um Bunker em vez de um Castelo - sonhou ele fazer daquilo o esconderijo, o ponto de encontro da sua quadrilha, do seu gang composto por mediáticos e filantrópicos vigaristas, constando até que um integra clandestinamente o Conselho de Estado, ouvindo-se também por aí que até já foi Ministro.
.
Dizem por aí que o Chefe do Gang está preso, mas que mesmo de lá continua a dirigir os negócios do Gang, digo vigaríces, pelo acesso que por lá tem à internet.
.
Está visto que o processo democrático não avança se as elites eleitas continuarem a integrar aldrabões, ilusionistas, vigaristas e tarados sonhadores...

domingo, dezembro 07, 2008

CADA UM SABE DA SUA VIDA...

... Não é "fashion" defender, agora, o mercado? Não. De facto é dificil justificar perante as famílias ( e as empresas em geral) o dinheiro que o Estado anda a pôr na banca! Mas tem de haver coragem para recusar voltar ao passado. Porque apesar de todos os erros da economia de mercado, vivemos, hoje, melhor com ela do que com uma economia controlada pelo Estado. Basta comparar Portugal da 2ª metade de 70 e 1ª de 80 com aquilo que é hoje.
Jornal de Negócios 3/12/08 - Camilo Lourenço
.
Esta conversa, integra a estrutura discursiva, dita pragmática, das elites dominantes e eleitas que sustentam como inevitabilidades a actual promiscuidade entre os políticos e os poderosos do capital financeiro. De tal forma assim é, e tão descarada que até entram em comparações mal acomparadas.
Na 2ª metade de 70, ou seja com o 25 de Abril generalizou-se a aplicação do salário mínimo nacional, o 13º mês, o subsídio de férias e pensões a quem nem tinha carreira contributiva.
Foi um periodo que beneficiou, dinamizou o mercado interno, onde a maioria das familias passaram a ter frigorifico e televisão, a procurar habitação digna e a exigir e a ter água canalizada e energia eléctica, a comprar os datsuns1200 e os toyotas, de gama baixa mas que eram bem bons. Foi num tempo em que Portugal passou a produzir mais de 70% dos produtos alimentares que consumia.
Já na 1ª parte da década de 80, mesmo contando com factores externos, a crise resultou fundamentalmente de decisões politicas internas, que impuseram o retrocesso na agricultura, nas pescas e na Industria, onde os efeitos de tais decisões resultaram de "jogos monetaristas", ora em juros altos ora em juros baixos, estoirando em duas viradas (6 anos) os sectores produtivos que dependiam quer da exportação quer da importação. Trataram de moldar a economia aos intentos do FMI/CIA, enquanto a ajeitavam para o modelo de negociações de "calcinhas em baixo", que os nossos estadistas adoptaram no processo de integração na CEE.
.
Os factos demonstram que tais discursos não têm alicerce em tempo nenhum, apenas foram e são disfarces à crise latente e paradigmática do capitalismo, cuja permanente promiscuidade com o poder politico, permite-lhes considerar que tudo vai bem, quando na Banca e na Bolsa os negócios vão em alta. Basta a última década para percebermos que a maioria dos portugueses vivem pior e com dificuldades que aumentam dia à dia, enquanto para a Banca e a Bolsa tudo ía pelo melhor.
Em 1998, um Serralheiro, Soldador ou Servente, mesmo na candonga, ou pelos abstrusos contratos com Agências de Trabalho Temporário, tinham um valor hora que correspondia quase ao dobro do que hoje recebem, verificando-se retrocesso similar em quase todos os sectores de actividade.
.
Só escreve coisas daquelas, quem intencionalmente vira costas à realidade, preferindo propagar e cimentar ilusões, pois é por aqui, na mentira disfarçada de verdade que o sistema não é beliscado, que os seus parâmetros de vida não são afectados.
.
A tal prosa do Srº Camilo Lourenço, demonstra que o valor que dá à LIBERDADE se define apenas pelos insondáveis desígnios do seu "Todo Poderoso Deus Mercado", já o 25 de Abril e a liberdade que festejei e abraço, para ele é um anacronismo, um periodo da história a diabolizar.
Nestes assuntos, sem acesso aos holofotes de tais senhores, senhores que nunca andaram em casa com latas e alguidares a aparar as pingueiras da chuva, que nunca comeram carapaus fritos há dois dias, nem de lancheira na mão para o trabalho, que nunca se danaram por o portão da fábrica não se abrir de um dia para o outro, que nunca sentiram o dever de usar o direito de manifestação, a estes senhores deixo-lhes apenas um recado:
.
- Vão à merda, e já agora, enfiem as vossas teorias no olho do... e cuidem-se, não vão um dia destes os neurónios libertarem-se!

sexta-feira, dezembro 05, 2008

Grupo português vai comprar minas de Aljustrel

Boas noticias via TSF:

Um grupo português vai comprar as Minas de Aljustrel, evitando assim o encerramento da empresa, apurou a TSF. Este grupo, cuja identidade é ainda desconhecida, vai também comprar as minas de Gavião, que se encontravam encerradas há algum tempo.
Com este negócio, para além da manutenção dos postos de trabalho, a TSF sabe que vai ser necessário contratar ainda mais funcionários. O acordo pode ser assinado ainda esta sexta-feira, numa cerimónia que vai contar com a presença de José Sócrates.

Como diria São Tomé:
Ver para crer!

quinta-feira, dezembro 04, 2008

Na Moita a Gripe já é Pandemia...

Exceptuando alguns Blogs, nomeadamente o Alhos Vedros ao Poder e este ou o Movimento da Várzea, a nível local não se percebe onde anda a oposição, em especial onde anda o PS, será que ibernou para atingir a concentração necessária à elaboração de listas?...
.
E como vai e onde está o movimento para a alternativa(?), que ainda nem se apresentou à população do concelho, arriscando deste modo perder espaço de inicíativa e assim a cair no frenezim que rouba senso e entorpece dinâmicas.
.
Do PSD já se sabe que concorre sózinho e que desta vez até vai incorporar um destacado militante do Partido de del'Rei D.Bacócó de Bragança, com o Nascimento&Família cheios de esperança de ser nesta que irá conseguir o estatuto de "mulêta da CDU".
.
Do BE nada se sabe, a não ser a preocupação de como é que vai desenvencilhar-se do movimento alternativo, posto que alianças pré-eleitorais com o PS, só os caluniadores acreditam.
.
Já com a CDU é diferente - tudo nas calmas que o lobie não só está bem assentado, como os comunistas vão ficar de fora outra vez.
.
Nestes assuntos em que eu Broncas e eu cidadão, já esclareci em que condições aceitaria ser candidato, condições estas que não surgirão porque não há condições, mas que me ajuntei à oposição, até publicamente no caso PDM e outros - considero que tudo o que se está a passar resulta do virus gripal instalado no edificio da Câmara Municipal da Moita, o qual deverá ser encerrado em quarentena para profunda desinfestação.

(...)

NÃO SE ESQUEÇAM
nesta onda natalícia de abrir os vossos corações, estamos no advento, preparem-nos para a conciliação, para o perdão abandonando de vez o uso anacrónico da frase "- a luta continua!", pois só perdoando seremos merecedores da grande graça que é o pão e o vinho.
.
Cá por mim já decidi - vou enviar mensagens de saudação, desejando um santo natal até aos patrões que não me pagaram, aos secretários, aos ministros e também aos definhados banqueiros que ainda ontem encontrei, à espera de jantar à porta da sopa dos pobres na Almirante Reis.

Não se esqueçam, nada de lutas, diálogo e caridadezinha é que garantem a salvação, a paz e a mesa farta.

Nel Pozu María Luisa

Dia dos Mineiros

mineiros



Em Maio, José Sócrates visitou Aljustrel e prometeu "um futuro radioso e sustentado à mina, aos seus trabalhadores e às populações".

ALDRABÃO!!

quarta-feira, dezembro 03, 2008

(...)

Na Legislatura do Inginheiro
Entre o 1º trimestre de 2005 e 1º trimestre de 2008, os recibos verdes aumentaram 35% e os contratos a termo 23%, é neste facto que o Inginheiro destaca as virtudes do "código laboral", ou seja, ser este um instrumento imprescíndivel para combater a precariedade. Não faltando quem por aí, até por força dos discursos ministeriais e forte propaganda, que acredita em tal sucesso.
.
Ao longo dos anos a impunidade prevaleceu em resultado de politicas que promoveram "o deixa andar"como forma de flexibilizar o mercado de trabalho ao jeito dos interesses do patronato - basta observar a natureza dos vínculos contratuais existentes nas grandes superfícies, em que parâmetros estão os direitos legais dos trabalhadores, para se perceber a opção de classe dos anteriores e actual governo, favorecendo sistemáticamente alguns dos mais ricos de Portugal e do Mundo. Seria interessante conhecer quantas intervenções as entidades inspectivas promoveram naqueles estabelecimentos entre 2005/2008, é que tais dados não aparecem nas estatisticas.
.
No actual cenário real o "código de trabalho", a fazer fé no discurso do Inginheiro e ensaiando-o na diversificada realidade laboral, só seria teria efeitos diminuindo a precariedade com acções inspectivas em permanência, como não é previsivel que assim seja, o tal "código"mais não será que a legalização da impunidade que existe. O que iremos assistir é ao aumento do recurso ao trabalho temporário, não só para profissões menos qualificadas como para quadros médios e superiores, sendo que nestes casos a responsabilidade empresarial se desvanece, possibilitando a triagem discriminatória nos recrutamentos, condições de trabalho fora das regras, horários intensivos agora legalizados e baixos salários - tudo escudado por processos intrincados e facilitado pelos milhares que existem à procura de trabalho.
.
Gostava de estar enganado.
Mas não estou, é que o Inginheiro sabe servir os seus patrões!

terça-feira, dezembro 02, 2008

Tudo pode acontecer

com o nosso Inginheiro... já foi apanhado a fumar onde não devia, agora apareceu em 6º lugar no ranking dos mais bem vestidos e elegantes, ajuntando ao expert da imagem da Coca-Cola os elogios e conselhos da Fátima Lopes - é que o homem ficou à frente de Sarkozy, Judy Law e do próprio príncipe Carlos. Não me admira que ontem estivesse com os copos, pelo menos parecia quando afirmou que as suas três prioridades são "criar emprego".
O que é facto é que a convicção que transmitiu reportando-se ao investimento público a efectuar, conseguiu por momentos o meu entusiasmo.
Não fosse o relato de um amigo mesmo ao lado a ouvir o mesmo que eu, contar-me que estando desempregado foi chamado pelo IEFP onde indicaram-lhe uma empresa que o pretendia contratar; chegado lá percebeu que iria receber 800 euros mensais, horas extras a singelo trocadas por descanso a gozar quando a empresa quisesse, e ainda que os descontos para a Sg. Social seriam na base do salário mínimo nacional, mediante isto não aceitou e explicou as razões no IEFP. Já passou mais de um mês não se verificando qualquer intervenção para repôr a legalidade.
.
O cenário de impunidade gerado ao longo dos anos pelos partidos da Ditadura da Alternância, agora em parte legalizada pelo tal Código de Trabalho, a par do desemprego, da incerteza e miséria que alastram, a tripla prioridade do Inginheiro não se irá traduzir em emprego com direitos, mas à contratualização de trabalho escravo. Vitalino Canas quando abre a boca, transforma-se num servil capataz de chicote na mão.

Faleceu Fernando Baptista

Aconteceu no Sábado em Paris. Militante da Liga Comunista Revolucionária de França e do BE. Natural de Sines, foi operário da construção civil em Setúbal emigrando para França nos anos 60.
Não sei a sua idade, apenas me contaram que era um excelente trabalhador, bom companheiro e um militante operário destemido e de fortes convicções. Saúdo todos os que sentem a sua falta.

Depois de...

...depois de ouvir a prosa de Bernardino Soares (o puto que pensa ter estado, ou vivido, o episódio de Peniche), leva-me a pensar que o P.C.P. "Nacional" continua na sua senda de arrasar o Capital, Social, Fascista à parte da esquerda existente.
No entanto localmente a coisa foge-lhe para o "traseiro" (convergência à Esquerda, segundo Jerónimo à uns meses atrás ) entendia-se por entendimento contra a direita que se diz de esquerda.
Os comentários (no Arre Macho) que referem Bakunin são por si só esclarecedores do Homem. O P.C.P. poderia expurgar (como já ouvi) os anti-comunistas do seu interior, mas não lhes interessa, algo devem receber desta parte do condado Setubalense. Afinal o "Homem Catum" até domina Setúbal (a Nova Setúbal). Quereis vós que eu acredite num P.C.P. cheio de favorecimentos a especuladores?
No Campo Pequeno (que até é grande, e se não acreditais, podem ir ver os Gogol Bordello pela quarta vez em Portugal, no dia 10 de Dezembro) o sectarismo imposto à esquerda foi enorme, porque apesar de muitos discursos e apelos à Internacional, não se pode fazer orelhas moucas ao que foi proferido por distintos deputados do Partido Comunista Português.
Parece que a coisa foi com voto secreto (dizem), mas tal como os Maçons ou a Opus Dei, ninguém (tirando os próprios) assistiu à coisa, é o problema do braço no ar, que até dizem ser voto secreto só para quem lá esteve e votou.
Na Assembleia Municipal ainda se verifica o mesmo sistema e quando se propõem outras alternativas o chumbo é logo unanime.

A Convergência à Esquerda, merece respeito por todas as partes por ela formada!!!
Deixai o sectarismo do vosso discurso habitual!!!
O PêYeeSs tem que ser derrotado !!!

domingo, novembro 30, 2008

Isto até daria p'ra Rir...

O primeiro Ministro da Islândia porque entendeu não bastar os 1,6 milhões de euros emprestados pela UE e FMI para arrancar o país da bancarrota - escreveu ao Primeiro Ministro Chinês a pedir auxilio sem indicar qualquer montante, ou seja,"o que vier à rede é peixe", neste momento ainda não é conhecida qualquer resposta.
.
Desconfio que o Governo Chinês não vai conceder qualquer apoio, pois na Islândia os direitos humanos estão a ser postos em causa.

Desejo que os disparates se desvaneçam...

No Congresso do PCP, do longo discurso de Jerónimo de Sousa o BE foi referido apenas em uma ou duas pequenas frases, que apesar de as considerar desnecessárias, tendo em conta algumas referências de documentos do BE, até compreendo e aceito como legitimo o que lá foi dito. Até porque na circunstância todos os Partidos foram referenciados no seu discurso, nomeadamente o PS e o seu Governo. É estranho que a Comunicação Social tenha feito disto um caso importante.
.
De qualquer modo, retirando o termo "sectarismo" usado por Louça, considero que foi inteligente a resposta que deu quando interrogado sobre o caso por jornalistas.
.
Sou dos que defende entendimentos à esquerda, posto que é por aí que se tornará mais fácil romper com o actual rumo politico do País, entretanto reconheço existir pouco ou nenhum empenhamento de alguns no envolvimento do PCP, sendo vulgar até o aparecimento de discursos diabolizadores proferidos por democratas influentes no processo, a confirmar este meu pensamento.
.
Sem misturar alhos com bugalhos, até porque não sou militante do PCP, considero que a minha classe até pela actual situação, precisa de um PCP forte e não descaracterizado, por isto consideraria errada qualquer aliança que levasse ao seu esvaziamento e perca de identidade.
.
Nas organizações envolvidas em tal processo, existem pessoas com experiência e muito saber, logo não existem ingenuidades nos métodos e estilo de abordagens que promovem.
Nestas coisas, porque estou farto de levar porrada, sem pôr em causa as convicções democráticas de quem quer que seja, gosto de saber com quem vou aos figos.
..........................................................................
-desejo que nos comentários não me venham outra vez com o Presidente da Câmara, que como sabem encontra-se com gripe.

Na Alemanha...

Na mais prestigiada livraria de Berlim, frequentada por professores catedráticos e destacados cientistas, os livros mais vendidos nas últimas semanas são os de Karl Marx e Frederic Engels.
.
ISTO DÁ QUE PENSAR

sábado, novembro 29, 2008

Curiosidades Mafiosas...

Num colóquio em Paris, um escritor já ameaçado de morte pela máfia napolitana, demonstrou que os investimentos mafiosos oriundos da traficância da droga, são tolerados na União Europeia e que correspondem a mais de 100 mil milhões de euros por ano.
Não é preciso perceber muito de economia e finanças para concluir que tais montantes influem na economia real, ora como tal prática se exerce há muitos anos, cabe perguntar como é que agora a UE irá prescindir de tais investimentos?
.
Afinal, o que é que as elites governamentais
eleitas por esta Europa fora, andam a fazer?

(...)

Na "pacata" ISLÂNDIA
País com cerca de 330 mil habitantes, a agitação social tem-se intensificado devido à crise financeira que arrebentou com a economia colocando a população em enormes dificuldades - a taxa oficial de juros disparou para 18% e a inflação é galopante. As dividas contraídas pela banca privada ascendem a 12 vezes o valor do PIB do país. As medidas mais "eficazes" até agora adoptadas foi a repressão aos que no dia 22 de Novembro se manifestavam em Reiquiavique (capital) exigindo a demissão do Governo e dos responsáveis do Banco Central. Houve mesmo bordoada e efectuadas prisões.
.
É a "Democracia"ao serviço dos poderosos.

(...)

Assisti hoje aos trabalhos do
XVIII CONGRESSO

do PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS
Observei milhares de pessoas empenhadas, transpirando generosidade e determinação, falando a sério sobre assuntos sérios que nos afectam a vida. Ouvi intervenções temáticas, em a que a economia politica foi tratada com saber, ouvi relatos sobre as condições a que muitos trabalhadores estão sujeitos em várias empresas, que à palma do Código de trabalho já fazem 60 horas semanais a singelo, em alguns casos de Domingo a Domingo tendo por base o tal Banco de horas, cujo o descanso já não entra, não tem plano.
.
Na hora de almoço, olhei para a televisão (SIC) observando que daquele Congresso e do longo discurso de Jerónimo de Sousa, apenas evidenciaram em barra uma frase sobre o BE.
.
Como habitualmente os Congressos do PCP suscitam sempre por parte de certa "gente fina" a caracterização de "carneirada", mas o que observo é a comunicação social a usar os processos que os seus poderosos patrões indicam, ou seja transformarem-nos numa cambada de idiotas, passivos, prontos a integrar qualquer rebanho fácilmente manipulável.
.

sexta-feira, novembro 28, 2008

Mão Morta hoje no Montijo

MÃO MORTA e os MOONSPELL são os cabeça de cartaz do Festi..Rock 2008, um festival que se apresenta como uma mostra do que de melhor se faz a nível do rock/metal/underground nacional, conta este ano com dois parceiros de peso, bandas de culto, qualidade e sonoridade inquestionável. A entrada para os dois dias fica-se pelos 13€. Um festival único, que promete ser memorável, conta com a vossa presença a 28 e 29 de Novembro no Montijo.

Para mais informação: +351 916737376



FestiRock 2008

Este comentário merece post

Apesar de "O Zé Faz Falta", e acreditem que continua a fazer falta um "Zé", na Câmara de Lisboa, na Vila da Moita fariam falta 50 "Josés" ou mais, para combater a corrupção instalada na CDU da Concelhia da Moita.
Felipe e Rodrigues, Emidio Catum, Teodoro Alho, entre outros mamões, que não sendo contentores mais o parecem!
Deixo-vos com este comentário colocado no post Não tenho dúvidas que o BE , postado pelo Broncas:

"Antónia das Imperiais disse...

Ainda bem que a "purga" é feita a traidores do projecto apresentado nas autárquicas.
Poderá chamar-se "Purga"?
Aiiiiii!!!!!! O que o Rúben diria a João Só Ares.
Brincamos com a politica, e depois vem o Vitalino falar de aproveitamento politico sobre a educação, código do trabalho, encerramento de empresas, estaleiro do Alfeite, precariedade no trabalho, e afirmando que este PêYess conduz uma politica de esquerda, etc, etc.
Só falta o Lobo candidatar-se, perder a maioria absoluta e convidar o Luis Nascimento.
Nada de novo, pois Setúbal, Porto ou Barreiro, entre outros, assim o demonstram.
CDU+PSD ou vice versa.

Aquele abraço da Antónia das imperiais
"

quarta-feira, novembro 26, 2008

Por cá a crise é institucional...

A bandalheira generalizada pela Democracia Liberal do Inginheiro que pensantes como Vitorino, Ana Gomes, Vital Moreira, Paulo Pedroso e mais uns quantos que têm teoria elaborada e amplamente divulgada, posto que canais, jornais e outros acessos não lhes faltam. Gerou uma profunda crise institucional que está a pôr em causa, em perigo, principios elementares da democracia que está constitucionalizada.
.
As elites eleitas instaladas nos principais orgãos de soberania, em passado recente e no presente, estão chapinhando em merda, naquela que fizeram e que pretendem disfarçar para continuar a mamar. Não são exemplo para nada nem ninguém, vão apenas legitimando os "Chicos Espertos" e a vilanagem - em que são cada vez mais os que vivem de expedientes, que desvalorizando o trabalho, se servem e não pagam, mas consomem, escudando-se na impunidade que alastra pela força do exemplo das elites eleitas.
.
É a mentira a rôdos em discursos absolutamente abjectos. É a vossa politica, a pior politica, em práticas que acabarão por trazer a violência.
.
Já tenho netos,
Não autorizo que lhes fodam o futuro!

Quando os Trombones tocam...

e ainda só sopraram alguns e dispersos acordes de afinação e já se sabe que Cavaco Silva recebeu só 15 mil euros do sovina Oliveira e Costa para a campanha eleitoral, ele que mexia em milhões de tal maneira que muitos até desapareceram.
Quando os trombones tocarem a Oriente, vai ser o bom e o bonito.

Veganário Fest


terça-feira, novembro 25, 2008

(...)

"Querem-me linchar na Praça Pública"
Assim Constâncio não vai a Constança - então numa época em que pretendem em nome da modernidade meterem o pessoal a trabalhar a singelo 60 horas por semana, que colocam como factores elementares para a competitividade, o rigor e avaliação do desempenho de cada um nas suas actividades.
O intocável Constâncio, veio caracterizar de ignorantes todos aqueles que criticam a acção do Banco de Portugal que preside, incomodado que está com tanto inquérito. Chegando ao ponto de dizer que o querem linchar.
Desconfio que apanhou muito Sol na cabeça neste Verão de S.Martinho.

Foi tudo bruxedo...

Dias Loureiro foi à ... foi confessar-se ao... jurou por Deus quase batendo o pé, afirmando que é límpido e que nunca pecou, nem sequer lambe os dedos. E o outro, o do comunicado misterioso acreditou.
.
Começo a acreditar que aquilo foi obra das bruxas.

(...)

PIRITES ALENTEJANAS
Não há razões nem explicações para que
a extracção não continue!

A luta continua!
Foi em 19 de Maio que o Inginheiro, em encenação preparada pelo expert da imagem da Coca-Cola e os conselhos da astróloga Maia, visionou lendo nos astros o grandioso futuro da moderna exploração das pirites em Aljustrel. Como a palavra aldrabíce não é bastante para caracterizar o então entusiástico discurso, deixo à vossa busca e imaginação a descoberta do melhor termo para caracterizar mais este caso do Governo PS.
.
Visiono a existência de negócios escuros com grupos estrangeiros, negócios mal sucedidos em que o Governo entrou com milhões, mas que agora é incapaz de controlar.
.
Os preços baixaram, mas sabe-se que com tais valores apenas diminuem os lucros, ora com tantos milhões a dispersarem-se por gente que não produz um cêntimo, é estranho não existrir uma decisão que garanta a actividade produtiva e assim os postos de trabalho.

Cavaco ou Ka-Va-Ku

Via Esquerda.Net:

Ka-Va-KuQuestionado pelos jornalistas sobre a permanência ou não de Manuel Dias Loureiro no Conselho de Estado, o presidente Cavaco Silva recusou-se a fazer qualquer comentário, afirmando que "não deve comentar em público" questões de Estado. Mas foi o próprio Cavaco Silva que há dez dias afirmou não ver razões para se questionar a continuação do ex-dirigente do PSD no Conselho de Estado, depois de terem surgido suspeitas sobre o seu papel enquanto administrador da "holding" que controla o BPN.

"Um Presidente da República desde logo não deve comentar em público questões de Estado e eu não faço comentários em público sobre membros do Governo, não faço comentários em público sobre chefes militares, sobre deputados ou sobre embaixadores", respondeu Cavaco Silva aos jornalistas.

Cavaco Silva divulgara no domingo uma nota oficial demarcando-se de qualquer ligação ou envolvimento em negócios, prestação de serviço ou mesmo empréstimos relacionados com o Banco Português de Negócios. Mas nessa nota não houve qualquer referência a Dias Loureiro, que é conselheiro de Estado por escolha do Presidente.

Para Francisco Louçã, coordenador da comissão política do Bloco de Esquerda, o comunicado do Presidente da República deixou "um silêncio pesado" sobre a única questão política que é decisiva: saber se Cavaco Silva mantém confiança em Dias Loureiro.

"O comunicado não se pronuncia sobre a única questão que é politicamente relevante: saber se o Presidente da República sustenta ou não a posição do Dr. Dias Loureiro. Esta é a questão que é institucionalmente relevante e muito importante até", sublinhou à agência Lusa o deputado bloquista, observando que "o Presidente da República sentiu-se na obrigação de comentar uma campanha de desinformação que não identificou e que ninguém conhece visto que não há obviamente nenhuma associação entre Cavaco Silva e as decisões que levaram o BPN à falência".

Louçã considerou "despropositada toda a informação sobre as contas bancárias do presidente e da sua esposa, visto que não tem necessidade de falar sobre a sua vida pessoal, que não são chamados a este caso".

Fiquem com o tema Ka-Va-Ku dos R12, que passaram em concerto à poucos dias pela Moita.

segunda-feira, novembro 24, 2008

Consta...

que o Srº Presidente da Câmara Municipal da Moita apanhou uma gripe, havendo quem comente nos corredores que isto só aconteceu porque a vacina que tomou estava falsificada.
.
Pelo facto apresento-lhe a minha inteira disponibilidade, até porque já me aconteceu o mesmo, de integrar qualquer movimento não corporativo, que exija do Ministério da Saúde vacinas com trambêlho.
.
Com o desejo de rápido restabelecimento
-TODOS UNIDOS CONTRA A GRIPE!

As aparências iludem...

Andei eu por aqui durante tanto tempo, pelo timbre da voz, pelo delicadíssimo movimento das mãos e pelo estilo da leveza global dos seus movimentos, a caracterizar de Angélico o Srº 1º Ministro. Andei enganado, afinal tudo aquilo é preparado, o homem não nasceu assim. Esqueci-me da sua apetência pela Revolução Tecnológica e pelo Marketing, exactamente de onde resultou o que só recentemente descobri .

O Srº Sócrates ainda em Secretário Geral do PS contratou o especialista (agência) que recria e renova periódicamente a imagem de marca da Coca-Cola e da McDonalds em Portugal. Foi uma decisão inteligente, própria de quem bem sabe viver de expedientes, cujos resultados hoje se observam pela imagem atingida. A tolerância e a autoridade cruzam-se amenizadas pelos tais gestos que então denominei angélicos, transmitindo convicção, firmeza e enorme delicadeza. Mais um pouco e estariamos a pensar num dançarino de ballet.

Mas os resultados não ficaram por aqui, a tal Agência terá ganho 1,4 milhões de euros, só com a assessoria da Presidência Portuguesa da UE. Dizem as más linguas que o patrão da Agência se encontra com o 1º Ministro uma vez por mês, para tratar de questões relativas à imagem.

O homem tem de facto diploma, formou-se no Chapitô.

Acabei um exaustivo estudo...

Dei voltas e mais voltas a investigar os maiores do Banco de Portugal, da Associação de Bancos, Gerências de quase todos os Bancos e não encontrei um único Cigano, um único Preto, um único imigrante de Leste ou da China.
.
Evidência que permite concluir que a Judiciária vai ter o trabalho facilitado, pois são quase se não todos de cá, aqueles que integram os "misteriosos gangs"que misteriosamente fizeram desaparecer milhões. A única dificuldade é que todos eles têm casas de campo, de praia e na cidade, havendo alguns com apartamentos e até ilhas no estrangeiro, quase tudo em condomínios fechados. Trata-se de gente bastante estimadinha.

Bastaram uns ovos...

Para que o governo reunisse num fim de semana, para tratar da Reforma do Ensino. Mas para espanto de todos nada de jeito de lá saiu, a não ser a ideia ainda "não transformada em despacho", de proibir a venda de ovos a menores de 18 anos de idade.

Presidência da República

Comunicado Misterioso
Nestes últimos dias não dei por qualquer referência na informação em geral, que envolvesse o Srº Cavaco Silva com assaltos a Bancos, daqui o meu espanto pelo comunicado que a Casa da Presidência divulgou, vincando que o Presidente nunca esteve envolvido com o BPN. Sendo certo que o Srº Cavaco Silva em tempos idos já deu guarida num seu governo aos Srºs Oliveira e Costa e Dias Loureiro, sobre os quais existem fortes indicios de serem chefes de um gang, mesmo assim não encontro motivos que justifiquem tanta precipitação.
.
O referido comunicado, exactamente por parecer precipitado, torna-se misterioso por não dar a entender quais os objectivos que pretende atingir, de tal forma assim é que coloca cada um que queira, a tentar adivinhar o que quiser. Por exemplo, cá p'ra mim cheira-me a pressão sobre alguém, misterioso, para que não toque trombone.
.
Já não seria precipitado, se neste momento na Casa da Presidência tivessem a avaliar a hipótese de afastar do Conselho de Estado o Srº Dias Loureiro que ainda o integra.

domingo, novembro 23, 2008

(...)

Democracia Liberal
Economia de Mercado Regulado
Estado Social
Três itens que os Pânditas da modernidade têm vindo a invocar por esta Europa, há mais de duas décadas. Com ou sem a"terceira via"decifrada, os socialistas de cá, nomeadamente os que por aí andam apoiados no BemBom, têm sido seus fieis paladinos e os resultados estão à vista.
.
António Guterres, deu de frosques aludindo na altura à existência de um lamaçal; Durão Barroso deu de frosques pela incontornável ambição pessoal pelo inesperado cargo, que calhou que nem ginjas, pois já andava arrasca com o tal lamaçal; Santana Lopes que nem aqueceu o lugar, apenas se tornou no excelente trampolim para a maioria absoluta de Sócrates.
.
E aqui estamos hoje na Democracia liberal, em que todos os cidadãos que se organizam e viram protestatários, são acusados de pertencer a qualquer sinistra corporação ou manipulados pelo PCP ou pelo BE, isto num cenário possessivo embora com imagem aliviada nos média, pela modernidade dos novos métodos de marketing à americana que Sócrates decidiu adoptar. Estamos na Democracia Liberal que o PS defende - a justiça fragilizada, o ensino abandalhado, o SNSaúde engatado a par de uma generalizada falta de respeito por quem trabalha ou se encontra no desemprego. A insegurança é generalizada, a impunidade é evidente em todos os recantos da sociedade - primeiro os gangs em assaltos indiscriminados, agora são os milhões que misteriosamente desapareceram dos Bancos. A Democracia Liberal é assim um fiasco, cuja bandalheira é sentida por todos, mesmo por aqueles que preferem fazer como a avestruz.
.
A Economia de Mercado Regulado, é caracterizada pela não regulação por parte das principais Instituições com estatuto para o efeito, o BCP e o BPN são dos flagrantes mais recentes. Mas o tal "Lamaçal" é bem maior, irá tocar credibilíssimas Fundações e ainda a mais Bancos. Os critérios são um espanto, é no controlo do preço dos combustíveis, das portagens e no uso dos iniciais 20 mil milhões para a inevitabilidade de estabilizar o sistema financeiro. Por exemplo o tal Rendeiro do BPP, figura credível que há poucos anos arrebentou com várias empresas e milhares de postos de trabalho, estando ainda hoje a dever aos trabalhadores no descanso da impunidade de tudo estar em nome de outros da familia, agora banqueiro e sem render um único cêntimo ao país, também vai mamar uns milhões da tal garantia.
Com esta dita economia de mercado regulado, Sócrates e seu governo, o grupo parlamentar do PS e o expert Constâncio, "não têm saber" nem transmitem confiança para enfrentar esta crise, apenas e só vão servir os mais poderosos.
.
O Estado Social, é a triste e miserável situação desgraçada que vai alastrando diáriamente em resultado da prática deste governo PS.

sábado, novembro 22, 2008

PDM fantoche

A Assembleia Municipal da Moita reunida em sessão extraordinária, aprovou por maioria o Plano Director Municipal da Moita, com os votos favoráveis unicamente pela CDU e votos contra de toda a oposição.
A CCDR-LVT frisou no seu parecer que a ser aprovado este PDM será enviado a conselho de Ministros para Ratificação, devido às ilegalidades expostas.
Desconhecem-se ainda as investigações do IGAL e da PJ sobre este processo de revisão, no entanto, a maioria CDU não teve duvidas e aprovou com 19 votos (ou seja, todos os elementos) o PDM.
A casa do Penteado (propriedade de Emídio Catum), onde "pernoitava por empréstimo" o assessor Rui Encarnação, homem forte dos protocolos entre os especuladores imobiliários e a Câmara Municipal, não foi por si só motivo de desconfiança e não abriu os olhos à bancada da CDU, onde alguns elementos ainda se questionavam sobre a legalidade deste processo. Ainda foi feito um requerimento para voto nominal, mas infrutífero, pois todos naquela bancada se opuseram a tal votação.


Ou seja, na CDU deste concelho
é tudo farinha do mesmo saco.

sexta-feira, novembro 21, 2008

Não tenho dúvidas que o BE

já concluiu que José Sá Fernandes, vereador da Câmara de Lisboa, deixou de ser independente e que apenas por táctica ainda não se inscreveu no PS.
Este é mais um caso a juntar à história da "Trêta dos Independentes" que em conjunto com os maus exemplos do uso da lei que permite a eleição para as autarquias de listas de cidadãos "independentes", tem vindo a retirar credibilidade a uma lei, que à partida mereceu a aprovação de tanta gente nos diferentes quadrantes ideológicos e politicos.
.
Isto dá que pensar...

COITADINHO...

Tão velhinho e doentinho que ele está, é uma injustiça se fôr preso. É claro que tal coisa só acontecerá se houver matéria para processo sem a habitual prescrição e não fôr absolvido, porque até lá nem prisão preventiva terá, até pela idade e doença poderá escolher a casa de campo, de praia ou da cidade como residência fixa, se fôr caso disso. De facto para pena já lhe basta a solidão, pois consta que se divorciou.
.
O código Penal que o PS engendrou é de facto um primor na defesa dos "direitos humanos", é humaníssimo e de uma coerência rara.
.
O Excelentíssimo Srº Oliveira e Costa, excelso estadista, hoje com 73 anos de idade, velho e doente, especializado em gamar, merece de facto a nossa admiração e benevolência.

(...)

IRONIAS...
Mais perigoso que a "ironia mal sucedida" da Srª Ferreira Leite, que ao jeito dos anacronismos da Monarquia Constitucional sonha intervalar a democracia com umas ditadurazinhas. Foi a orientação do governo PS, para que a Polícia não revele o nº de presenças nas manifestações.
.
Esta decisão do governo com o objectivo manipulador da opinião pública, pretende esconder o crescente descontentamento popular, esconder a verdade, sendo assim uma medida censória, a provar sem ironia que para o PS actualmente o recurso a uma ditadurazinha, até lhe fazia jeito.
.
Democratas destes, arrebentam com a Democracia.

quinta-feira, novembro 20, 2008

Por avaliação - o "Inginheiro" está a mais...

Cedo percebi que as tentações igualitaristas são um obstáculo à igualdade de direitos, até porque não foi fácil, nem é - na contratação colectiva nos acordos de empresa ou em toda a regulamentação do trabalho na vertente da avaliação profissional. Foi e é uma temática sempre dificil.
.
No caso dos Professores, por simples comparação com a metodologia adoptada na maioria dos países da UE, descortina-se que em nenhum dos países existe um método já estabilizado, mantendo-se itens ainda em fase experimental.
Por cá, o actual Governo naquilo a que denominou a grande Reforma do Ensino, entre outros, esbarrou com a temática da avaliação. Saltar de quase zero para um sistema complexo que ainda por cima maximiza a avaliação entre pares, mesmo sem outros factores a excitarem o processo, acabaria sempre na burrada a que se assiste, estando já em causa o actual ano lectivo pela incontrolável instabilidade que em cada dia que passa, demonstra que em vez de Reforma o Governo conseguiu o caos.
.
A sobranceria politica resultante do mau uso da maioria absoluta, neste processo ,foi vincada pelo desrespeito e humilhação dos docentes, na caracterização de previligiados integrados numa corporação que rejeita tudo e nomeadamente a avaliação profissional.
Tal sobranceria a par da incompetência na elaboração legislativa e regulamentar, sem ensaiar nada com a vida, com a realidade, resultou no actual descalabro. Repare-se que até o Estatuto do Aluno é uma amálgama regulamentar eivada de contradições, impraticável.
.
O governo do INGINHEIRO SÓCRATES já está a mais, Portugal precisa de paz.